Voltar para homepage
Quem Somos Unidades Serviços Calendário Notícias Como Ajudar Artigos Contato Loja Virtual
30 anos salvando vidas do inferno das drogas!...

Domingo, 28 de maio, o Padre Osvaldo celebrou Missa em ação de graças pelos 30 anos de fundação da FAZENDA RECANTO DE CANÁ. Presentes muitos irmãos da Família de Caná, muitos amigos incondicionais como os membros da Comunidade Católica Servos de Caná, vindos do Rio de Janeiro, e principalmente os companheiros Peter e Billy, atualmente à frente da Fazenda Renascer, de Pedro Leopoldo e que deram uma ajuda fundamental para obter a ajuda financeira da Senad, órgão ligado à Presidência da República.

Na homilia, bastante emocionado, Padre Osvaldo fez questão de ler o texto escrito pelo Artur, um dos pioneiros da Comunidade, no dia da inauguração, 31 de maio de 1987, que segue:

'Rostos nunca vistos, sorrisos ganhos de idades variadas, pensamentos singulares ... A verdade: a existência oficial da Fazenda Recanto de CANÁ, oficializada pela missa, pelas palavras do padre Osvaldo, ditas pelo coração que esperou, que soube esperar este dia acontecer ... Certos nós na garganta, aquela dorzinha no peito, aliviada pelo visual positivo dos presentes, que torciam como em final de um campeonato. Sabiam que tudo começaria a partir da missa. Os fluidos eram positivos, o confiar necessário para nosso continuar. Apertos de mão, cumprimentos, palavras amigas de sucesso esperado. Bate-papo descontraído, sem nada a ver com a recuperação de drogados .
Depois da saída de todos, com as despedidas, promessas de ajuda, de estar juntos na luta, ficamos eu, João Bosco, Delmo e Marcos. O idealizador de tudo, o Padre Osvaldo, ficou com a gente até mais tarde, não como o último a sair e sim como o que vai estar sempre com a gente. Senti todos um tanto emotivos, principalmente pelo pioneiriemo, aqui na Fazenda, como por estarmos juntos, 'com as mãos na maçaneta da porta de entrada, que nos levará a uma vida nova'. Padre Osvaldo despede-se de nós com palavras amigas, com um orgulho sadio, com a realidade de um sonho que, por culpa nossa, começa a se realizar. Foi pela mesma estrada que nos trouxe. Que trouxe outros. Que irá trazer outros, para conosco ficarem e agarrarem na maçaneta da porta de entrada para uma vida nova.
Quando eu, João Bosco, Delmo e Marcos paramos para sentir ou começar a sentir a nossa realidade  que nos custa caro '. muita coisa foi lembrada, principalmente o estado em que o Geraldo poderia estar. Ele poderia estar com a gente. Fez outra escolha. Mas tiramos a lição para o nosso continuar. (O Geraldo é dos companheiros que estavam com a turma, mas se recusou a ir para a Fazenda). É sempre assim, nem todos estão preparados para ser felizes! Que nosso otimismo seja filtrado por esta natureza que nos cerca, aqui na Fazenda; que caminhe em direção dele e de outros, para que acordem aqueles que dormem e vivem no pesadelo do vício. Que todos vejam a noite como nós. Em volta de uma fogueira que fizemos, vimos as estrelas fazendo charme, arrumadinhas, para a festa da madrugada que iria demorar a começar. Sintam o ajudar bagunçado e sadio do preparo para o jantar, o lampião a gás, o tudo desarrumado, que iríamos arrumar no dia seguinte. A oração descontraída. O confiar.
Nossa mascote, a Peteca, sem nada entender, procurava um cantinho quentinho para sossegar... A noite estava fria e nós, de coração aquecido pelo dia lindo, pelo gosto-gostoso de estar juntos, na Fazenda, longe perto de tudo que nos atrapalhou, que atrapalhamos, bem perto de nós, cada um procurando ser seu, à sua maneira, encarando o sistema com coragem de homem, com coração de menino-infância-feliz.
Muita gente foi por nós lembrada, mas lembramos principalmente de nós. Agora cada um precisa de si, como nunca. Só assim teremos nós de volta para nós mesmos, só assim conseguiremos 'acertar' erros, falhas cometidas por abusos acontecidos.
O 'boa noite' foi de otimismo, de segurança e fé. A escuridão, a falta de eletricidade, foi substituída com facilidade por nossa energia, pela certeza da luz de um novo dia, do nosso primeiro dia na Fazenda... Seria o nosso despertar. Boa noite João Bosco, boa noite Delmo, boa noite Marcos... Que Deus nos ajude a nos ajudar e a ajudar os outros.'

Data: 29/05/2017


Voltar para página anterior
Associação Família de Caná
R. Henrique Gorceix, 80 | Padre Eustáquio | Belo Horizonte/MG | 30720-416
Telefone: (31) 3462-9221 | E-mail: familiadecana@ig.com.br